Quais são os documentos necessários para uma tradução juramentada?

Quais são os documentos necessários para uma tradução juramentada?

Se você veio até aqui, então quer dizer que deseja saber quais são os documentos necessários para tradução juramentada, certo? Bem, esse tipo de tradução é crucial para todos aqueles que vão para o exterior.

Isso porque, caso não faça a tradução de seus documentos, eles não serão válidos nesse país. Ficou curioso para saber mais sobre o assunto? Então continue lendo para descobrir quais são os documentos precisos para cada tradução, entre outras coisas.

O que é tradução juramentada e para que serve?

O que é tradução juramentada e para que serve

A tradução juramentada é, de forma simples, um processo pelo qual passa um documento nacional para que ele possa valer em outro país, e vice-versa.

O intuito da tradução irá variar de acordo com cada caso, contudo, sempre será o mesmo tipo de serviço. Assim como também, a tradução deve ser sempre fiel ao original, com todos os detalhes do mesmo.

Dessa forma, esse serviço é feito apenas por um tradutor que tenha com aprovação em concurso público pela Junta Comercial de seu estado. Por meio desses concursos, são feitas provas escritas e orais.

Após prestar o concurso e ser aprovado, o tradutor recebe um número que, por sua vez, serve como registro de sua matrícula. Então, ele poderá exercer a sua função de modo legal diante da lei.

Quais são os documentos necessários para fazer uma tradução Juramentada?

Como você pôde ver, um documento só será aceito em outro país, caso ele tenha tido esse processo de tradução. Conforme for o seu objetivo no país, será preciso apresentar os seus documentos e, é preciso que eles estejam no idioma nativo, ou então não serão aceitos.

É bem comum que uma série de pessoas tenham dúvidas sobre quais são os documentos necessários para uma tradução juramentada. Bem, isso irá variar segundo o seu intuito no país, veja abaixo quais são eles:

Tradução juramentada de diploma

Para quem deseja estudar em outro país ou quando voltam para o Brasil e precisam que seu diploma seja autenticado, então é preciso fazer a tradução do diploma. Em certos casos, também é preciso fazer a tradução do histórico escolar.

CNH estrangeira

Caso queira obter a CNH de outro país, a pessoa tem a opção de fazer a tradução de sua CNH nacional ou então solicitar a PID (Permissão Internacional para Dirigir). Mas, vale notar que a CNH Nacional é aceita nos países que fazem parte da Convenção de Viena, que no total são mais de 100, por isso veja quais são eles antes.

Certidões de casamento

Quando há pedido de segunda cidadania ou quando é feito um casamento no exterior, então é preciso da certidão de casamento. Assim como requer esse mesmo serviço também em caso de mudança de país.

Em outras palavras, quando uma família do Brasil se muda para algum outro país ou quando uma família do exterior vem morar aqui no país. Até mesmo quando há mudanças de emprego ou quando o é preciso apresentar o Green Card.

Procuração

A procuração juramentada é, sem dúvida, mais solicitada por certas empresas que enviam alguém que trabalha na empresa para outro país. Dessa forma, para que essa procuração possa valer, é preciso fazer a sua tradução.

Em quais casos é necessário traduzir?

Em quais casos é necessário traduzir

Como dito antes, quando for apresentar algum documento em outro país, é preciso que ele esteja junto da tradução. Assim como também vale ao apresentar um documento do exterior aqui no Brasil.

Em casamento com estrangeiro, deve apresentar a tradução da certidão de nascimento, junto do RG e outros documentos pedido do cônjuge. Já no caso de estudo ou trabalho no exterior, é preciso traduzir os certificados, históricos escolares, etc.

Além disso, também é preciso fazer a tradução de diplomas acadêmicos. Para pedidos de cidadania no exterior, é preciso os documentos do requerente, entre outros casos.

Como funciona em outros países?

Não há uma regra geral sobre como é feito esse tipo de tradução nos países. Isso porque, cada país tem as suas regras quanto a esse fator, como o Brasil, que aceita traduções que são feitas apenas dentro do próprio país e só por nativos.

Há uma série de países que aceitam traduções feitas por brasileiros, no entanto, têm locais que não, como é o caso da Argentina, por exemplo. Em outras palavras, tudo irá variar de acordo com as regras de cada país que requer o documento.

Sendo assim, sempre que precisar traduzir algum documento para usar em outro país, é vital conferir quais são as regras dele. Para que assim você entregue uma tradução válida e de modo legal.

Pois, caso não seja feito isso, você terá que lidar com algumas dores de cabeça, como refazer toda a tradução de novo, até que esteja da forma correta segundo a lei do país.

Apostilamento da tradução juramentada

Vale notar que em mais de 100 países, tal qual o Brasil, todos os documentos traduzidos devem acompanhar um certificado especial, que é a Apostila de Haia.

Essa Apostila de Haia é essencial para autenticar um documento público ou de outro país. Isso significa que as autoridades emitem um carimbo que autentifica o mesmo, para que assim ele passe a valer de modo legal no país de destino.

Essa é uma forma mais prática de agilizar todo esse processo de legalização entre os países. Desse modo, ambos têm um reconhecimento mútuo de que o documento é, de fato, verdadeiro.

Aqui no Brasil, o órgão brasileiro por fazer a Apostila de Haia é o CNJ (Conselho Nacional de Justiça). Por isso, verifique também esse detalhe sobre o país de destino, para saber se será preciso fazer também esse passo.

Conclusão

Conclusão

Sendo assim, agora você já sabe quais são os documentos necessário para uma tradução juramentada. Como dito acima, os documentos variam conforme o objetivo de cada pessoa em outro país.

Lembre-se também de ficar atento quanto as regras de cada país, pois tendem a variar de acordo com o próprio. Por fim, o que achou desse conteúdo? Foi útil para você? Ainda tem dúvida? Deixe então o seu comentário!

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!